22 a 24
OUTUBRO
2024

PAV. VERMELHO
EXPO CENTER NORTE
SÃO PAULO-SP

A Montagem Industrial no Século 21!

Mulheres também ocupam espaço na indústria de base do setor sucroenergético

Rosana Amadeu da Silva é a primeira mulher eleita para a presidência do CEISE Br, que é uma das principais entidades do setor no país

Rosana Amadeu da Silva é a primeira mulher eleita para a presidência do CEISE Br, que é uma das principais entidades do setor no país

Março de 2023: no mês da mulher, a indústria de base do setor sucroenergético comemora um importante passo em direção ao futuro. É que o CEISE Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis) – uma das principais entidades da indústria de base desse segmento e com mais de 40 anos de história – é presidido, desde dezembro de 2022, por uma mulher, a empresária Rosana Amadeu da Silva.

Mesmo sendo um segmento majoritariamente ocupado por homens, inclusive na tomada de decisões, a indústria de base passou por muitas transformações ao longo dos últimos quarenta anos. Nesse período, muitas mulheres brilhantes se destacaram nas empresas que são associadas do CEISE Br, inclusive ocupando posições na diretoria da entidade.

Mas chegou a hora de elas também ocuparem o comando da instituição. Desde o final de 2022, quando tomou posse a nova diretoria, para o biênio 2023/24, Rosana está na presidência da diretoria executiva do CEISE Br.

Ela foi aclamada para o cargo no final do processo eleitoral sucessório da entidade, depois de já ter ocupado os cargos de Primeira-Diretora Financeira e Primeira-Diretora Secretária. “Para aceitar esse novo desafio na minha vida, pensei bastante. Conversei com meus filhos e com meu sócio na empresa em que sou diretora e todos concordaram a me auxiliar nessa minha nova missão”, diz Rosana, que acrescenta: “com a chegada de uma mulher à presidência da entidade, temos uma quebra de paradigma. É sinal dos novos tempos, cada vez mais aberto para a inclusão e para o ESG”.

  As mulheres na diretoria do CEISE Br   Além de Rosana, outras profissionais também fazem parte do quadro de direção da entidade. Presidente – Rosana Amadeu da SilvaSegunda Diretora-Secretária – Daniela Cristina RibeiroPrimeira Diretora-Financeira – Marleide Rodrigues Paulino3º Conselheira do Conselho Diretor – Claudia Maria Tonielo  

Se ela conseguiu, eu também posso

Chegar à presidência do CEISE Br é uma grande honra para Rosana, mas tem consciência que o novo cargo deixará seus dias ainda mais corridos. Mas ela já lida com uma agenda “maluca” há muito tempo.

Na casa de Rosana, em Sertãozinho (SP), todos já estão de pé antes das 5h da manhã. Ela faz questão de preparar o café-da-manhã. Toma o desjejum junto com os filhos, antes de dar a largada a cada dia de trabalho.

“Tenho um casal de gêmeos de 16 anos, que passa o dia no colégio.” Ela pode ter tido um dia daqueles, mas faz questão de, à noite, novamente sentar-se à mesa com os filhos para o jantar. Tomar as refeições em família é um momento sagrado. Além disso, sempre reserva um tempo especial para estar ao lado de seus pais, que já são idosos.

Uma boa gestão do tempo entre as várias tarefas da agenda é uma das características de Rosana. Afinal, ela é diretora-executiva da Telog – Soluções Integradas, uma das empresas logísticas com maior expertise no setor sucroenergético do país.

Hoje a Telog tem na carteira de clientes grandes empresas do segmento, como o Grupo São Martinho. E, quem diria, foi exatamente na colônia de trabalhadores da São Martinho onde Rosana passou toda a sua infância, junto com seu pai e seu irmão, que eram motoristas da usina.

No entanto, quando começou a estudar e a traçar sua carreira profissional, Rosana trilhou um caminho que parecia distante do mundo canavieiro. Formou-se em Letras e passou num concurso público no antigo banco estadual Nossa Caixa.

Mas quis o destino reaproximá-la de suas origens. Seu irmão havia iniciado uma empresa na área de transporte e logística. “Deixei minha carreira no banco e fui trabalhar com ele na empresa”, conta Rosana. Era o início da Telog e já se vão mais de vinte anos.

Além de ser diretora de uma empresa de logística, o fato de chegar à presidência do CEISE Br é uma grande conquista para uma mulher que, mesmo vindo de uma família humilde, soube construir sua história. “Por termos hoje a primeira mulher na presidência do CEISE Br, vamos deixar um legado. Outras mulheres vão olhar pra gente e pensar: ‘se ela conseguiu, eu também posso’.”

LEGENDA Rosana Amadeo da Silva: a primeira presidente do CEISE Br adota um estilo participativo de gestão  

Maior representatividade

Em seu primeiro discurso como presidente, Rosana enfatizou que a meta da nova diretoria é expandir e fortalecer as parcerias existentes, o quadro de associados e ampliar a representatividade do CEISE Br em âmbito nacional, indo além dos limites da região de Sertãozinho. “Nosso objetivo é ganharmos maior força como entidade de classe representativa das indústrias e prestadores de serviço, dedicados ao fornecimento de equipamentos, produtos e serviços para o setor sucroenergético nacional e internacional”, pontua Rosana.

Rosana também está preocupada com o cenário econômico do país, marcado por mudanças nos governos estaduais e Federal. Também está antenada a um outro fator que tem impacto nas indústrias de base associadas ao CEISE Br é a conjuntura externa, especialmente com relação aos comportamentos dos mercados e juros praticados nos Estados Unidos, Inglaterra e União Europeia e que interferem o mercado interno no que diz respeito às importações e exportações do setor sucroenergético.

Outro objetivo da nova gestão da entidade é fomentar a participação feminina em todas as áreas da indústria de base. Um ponto de partida importante é fazer uma grande pesquisa em toda a cadeia, visando ter um termômetro exato da presença da mulher em todos os elos da indústria de base do setor sucroenergético. “Queremos saber quem são, quantas são, o que fazem, que cargos ocupam”, salienta.

  OLHO Mapeamento sobre a participação feminina na indústria de base “Queremos saber quem são, quantas são, o que fazem, que cargos ocupam”, diz Rosana  

Gestão participativa

Rosana conta que recebeu o apoio de toda a indústria de base desde o momento que teve seu nome indicado para assumir a presidência da entidade. E desde que assumiu a presidência, nunca teve nenhum desconforto. “Pelo contrário, todos estamos unidos para o bem do CEISE Br e do setor”, destaca.

Rosana tem um estilo participativo de gestão. Por isso, está buscando um envolvimento ainda maior dos associados e de todos os diretores. Assim que chegou à presidência, iniciou a elaboração do planejamento estratégico e orçamentário da entidade, junto com todo o time do CEISE Br. “Nosso objetivo é olhar as principais agendas que temos para o segmento. Outra meta é estimular o engajamento de todos os associados, além de buscar a reaproximação de associados que se distanciaram nos últimos anos.”

A entidade tem um encontro com todos os diretores uma vez por mês, além de promover ou participar de diferentes eventos. “Em muitos deles eu estou presente. Cada diretor também participa ativamente das atividades que estão diretamente relacionadas às suas áreas de expertise.” Para ela, é com a participação de todos e com cada um dando o seu melhor que o CEISE Br terá “um time de campeões”.

  OLHO Fenasucro & Agrocana 2023 deverá ser lançada num evento em Brasília. Um dos compromissos da nova diretoria do CEISE Br é aproximar mais a feira de grandes nomes da política nacional.  

Fenasucro & Agrocana 2023

A primeira Fenasucro & Agrocana com Rosana no comando do CEISE Br promete trazer muitas novidades. Segundo ela, a feira, que é o maior evento de bioenergia do mundo, será sempre prioridade da diretoria da entidade.

Uma das mudanças previstas será o lançamento da feira de 2023, que deverá ocorrer numa solenidade em Brasília (DF). “Um dos nossos compromissos é aproximar mais a feira de grandes nomes da política nacional, até porque nosso desafio é adotar estratégias focadas no desenvolvimento do setor”, diz. “Temos a maior produção de cana-de-açúcar do mundo, as melhores tecnologias de máquinas e equipamentos para transformar esta matéria-prima em biocombustíveis, como etanol, hidrogênio verde, biogás, biometano, bioenergia. Então vamos, com muita dedicação, trabalhar para ampliar nossos mercados. Certamente, faremos em 2023 uma feira maior do que a de 2022, que foi a edição de retomada dos grandes eventos”, ressaltou a presidente do CEISE Br durante a cerimônia de posse da nova diretoria.

Participe desse grande movimento na indústria

São Paulo receberá uma verdadeira vitrine de tecnologias disponíveis nos mercados nacional e internacional.

Outras notícias:

1
Sumig apresenta novas soluções para soldagem robotizada
Sumig apresenta novas soluções para soldagem robotizada
2
Lançamentos da White Martins focam na maior produtividade da indústria
Lançamentos da White Martins focam na maior produtividade da indústria
3
Grupo Alltech apresenta tecnologias de digitalização, IoT e robotização para o setor industrial
Grupo Alltech apresenta tecnologias de digitalização, IoT e robotização para o setor industrial
4
Grupo LIEBHERR mostra máquina shaper e simulador com visão 3D em feira na capital paulista
Grupo LIEBHERR mostra máquina shaper e simulador com visão 3D em feira na capital paulista
5
Maior fabricante de laser no mundo projeta maior atuação no Brasil
Maior fabricante de laser no mundo projeta maior atuação no Brasil
6
Minipa apresenta seus robôs colaborativos para o mercado industrial
Minipa apresenta seus robôs colaborativos para o mercado industrial